Como é estudar o ensino superior nos Estados Unidos?

Veja as principais diferenças para os universitários no Brasil e nos EUA

Foto: iStock

Ensino superior no exterior

As instituições de ensino superior dos Estados Unidos são mundialmente conhecidas pela qualidade, formato de seleção e professores. Mas, afinal, quais são as diferenças entre as universidades americanas das do Brasil? Confira!

Foto: Reprodução/Getty Images

1. Flexibilidade na escolha do curso

Enquanto no Brasil você estuda só o curso escolhido, nos EUA você pode fazer matériasgestão de banca apostasqualquer área que a faculdade oferecer, e tem até o final do 2º ano da graduação para escolher qual vai ser agestão de banca apostasárea principal de formação.

Foto: Reprodução/Getty Images

"Essa área principal é chamada de 'major'. (...) Além disso, você pode ter um 'minor', que é como se fosse uma formação paralela à principal, mas que não precisa estar conectada a ela", explica Bruna Passos, mentora no Partiu Intercâmbio.

Foto: Reprodução/Getty Images

2. Acesso às universidades

Diferentemente do Brasil, nos EUA a educação é cara. Apesar de existirem inúmeras universidades públicas nos Estados Unidos, nenhuma delas é gratuita. Porém, segundo a mentora, há bolsas integrais para alunos norte-americanos e internacionais, na graduação e pós-graduação.

Foto: Reprodução/Getty Images

3. Investimentogestão de banca apostaspesquisa

Nos EUA, há ótimos laboratórios, materiais e professores bem pagos, além de boas bolsas de estudo, pois há muito investimento na área da pesquisa. "Segundo National Science Foundation (NSF), só no ano fiscal de 2022 foram mais de US$ 97 bilhões investidosgestão de banca apostaspesquisa", ressalta Bruna.

Foto: Reprodução/Getty Images

4. Fazer doutorado na graduação

"Existem diversos cursosgestão de banca apostasdiversas áreas que aceitam alunos direto da graduação para um doutorado, e isso é uma diferença gigante das universidades do Brasil", pontua Bruna. Porém, a mentora ressalta que nem todas as universidades permitem isso.

Foto: Reprodução/Getty Images

5. Apoio e recursos para o sucesso dos alunos

Como as universidades não são gratuitas, muito dinheiro é investido para que alunos interessados consigam atingir o sucesso. Isso inclui auxílio individual egestão de banca apostasgrupo, monitoriagestão de banca apostasmatérias ou com escrita acadêmica, e até eventos sociais de integração na comunidade acadêmica.

Foto: Reprodução/Getty Images

6. Ambiente internacional

As universidades brasileiras são excelentesgestão de banca apostaspesquisa, mas existe uma grande diferença na internacionalização dos estudantes, de acordo com Bruna. "Nas universidades norte-americanas,gestão de banca apostasqualquer cursogestão de banca apostasqualquer cidade - não importa o tamanho - você vai ter colegas (e professores!) de diferentes nacionalidades", explica.

Foto: Reprodução/Getty Images

"Isso enriquece demais a experiência e também as aulas, porque tudo que se debategestão de banca apostassala acaba tendo perspectivas muito diversas", ressalta a mentora. Segundo o relatório open doors, do IIE, no ano acadêmico de 2022/2023 os EUA receberam mais de 1 milhão de estudantes de 210 países diferentes.

Foto: Reprodução/Getty Images

Acompanhe a Educar 📚

Todos os dias, a vertical do Terra produz conteúdos para te deixar informado sobre educação e carreira. Acesse o portal e nos siga nas redes.

Foto: Getty Images